terça-feira, 30 de agosto de 2016

NASCE O PRIMEIRO ANIMAL EM PLENA EXPOINTER 2016




Exemplar da raça Simental deu cria no fim da tarde desta segunda -
VILMAR DA ROSA/AGÊNCIA PREVIEW/DIVULGAÇÃO/JC

O primeiro nascimento de animal em Expointer ocorreu na noite dessa segunda-feira (29). Foi um terneiro da raça Simental Fleckvieh, da Fazenda Santa Terezinha, de Jaquirana, que acabou sendo batizado de FST Standart. O parto atraiu atenção do público que, apesar da chuva, circulava pelo Parque de Exposições Assis Brasil. 

EXPOINTER 2016: Varredores usam guarda-chuva para facilitar escoamento de água na Expointer

 



Varredora usa guarda-chuva para desobstruir bueiro e facilitar a saída da água na rua de parque em Esteio

PATRÍCIA COMUNELLO/ESPECIAL/JC
A chuva de segunda-feira (29) gerou alagamentos em diversas ruas de acesso a pavilhões do Parque de Exposições Assis Brasil, palco da Expointer, em Esteio, e mobilizou as equipes de limpeza nesta terça-feira (30), quarto dia de feira. As poças exigiram também maior cuidado dos pedestres, diante do risco de se molhar quando algum veículo passava.

As equipes de trabalho fizeram literalmente a varrição da água para os bueiros existentes ao longo das vias. No ponto mais central do parque, ao lado do pavilhão Internacional, onde fica o mega estande do Sebrae, chegou a ter sete varredores combatendo o alagamento, varrendo a água para pequenos bueiros da rede pluvial. Em alguns momentos, os trabalhadores usavam um guarda-chuva para desobstruir o pequeno canal de vazão.

As áreas próximas aos pavilhões Internacional e da Agricultura familiar registraram maior acúmulo de água que caiu de forma contínua durante a segunda-feira. A previsão do tempo indica que o mau tempo pode permanecer até a manhã desta quarta-feira (31). Nesta terça-feira (30), o sol voltou pela manhã, mesmo que a concentração de nuvens se mantenha.

Nesta terça-feira, as excursões de escolas continuaram no parque. O professor de uma turma da Escola Estadual Nanci Pansera, do bairro Guajuviras, em Canoas, Daniel Mendes diz que as visitas ocorrem todos os anos. São estudantes a partir da sexta série. Segundo Mendes, a atividade possibilita que muitos deles tenham pela primeira vez contato com os animais.

"Eles gostam de vir para conhecer os bichos e curtem bastante", reforça o professor de língua inglesa. Para organizar a volta, Mendes diz que o jeito é combinar um horário para todos se encontrarem no fim da visita. "Não tem como controlar", admite o professor. Mesmo com a chuva, a atividade não é cancelada. "Os alunos não aceitam, não tem jeito." Cada aluno paga R$ 8,00 pelo transporte, e o ingresso é de graça.

TOURO MAIS PESADO DA EXPOINTER É DE CACHOEIRA DO SUL


BRDE contrata mais de R$ 1,8 bilhão em novas operações no primeiro semestre

Odacir Klein entrega balanço do BRDE ao governador José Ivo Sartori
Odacir Klein entrega balanço do BRDE ao governador José Ivo Sartori - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini
O BRDE apresentou o balanço do 1º semestre de 2016 nesta segunda-feira (29), na casa do banco na Expointer, no Parque Assis Brasil, em Esteio. O documento informa a contratação de R$ 1,84 bilhão em 4.451 novas operações de crédito destinadas a grandes e pequenos empreendedores de todos os setores da economia da Região Sul. Mesmo frente ao quadro econômico difícil, o montante significa o fomento de R$ 2,1 bilhões em investimentos. Após a apresentação, o diretor-presidente do BRDE, Odacir Klein, entregou uma cópia do balanço ao governador José Ivo Sartori.

"O terreno é pedregoso, mas o banco é um veículo bom", disse Odacir Klein ao ser recebido pelo governador na Casa Branca da Expointer, junto com o diretor Financeiro, Renato Vianna; o diretor de Planejamento, Luiz Corrêa Noronha; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fábio Branco; e o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo.
BRDE apresenta balanço do 1º semestre de 2016
BRDE apresenta balanço do 1º semestre de 2016 - Foto: Itamar Aguiar/Agência Preview


Por não visar ao lucro, o desempenho positivo do BRDE no período elevou o patrimônio líquido de R$ 2,2 bilhões para R$ 2,4 bilhões, parcela que será alavancada em sete vezes para aumentar o limite de recursos para as operações do banco. O BRDE manteve a oferta de crédito para dar sustentação aos que, mesmo nesse cenário de dificuldades, investem, inovam, criam oportunidades, geram empregos e mantêm viva a atividade produtiva.

No primeiro semestre de 2016, o banco firmou 4.451 contratos de financiamentos totalizando R$ 1,84 bilhão, numa média de R$ 414 mil por operação. Desse montante, foram alocados R$ 518,7 milhões (28,14%) para agropecuária, R$ 358,1 milhões (19,43%) para indústria, R$ 397,1 milhões (21,53%) para infraestrutura e R$ 569,6 milhões (30,90%) para comércio e serviços (inclui projetos de armazenagem para cooperativas).

Sem descuidar dos pequenos investimentos, o banco financiou projetos de grande porte para geração de energia, para armazenagem de grãos e processamento de produtos agropecuários de cooperativas e de médio porte para tecnologia e inovação de empresas e de infraestrutura para municípios. Destaca-se que os recursos provêm, na quase totalidade, de fora da Região (BNDES/FINAME, FINEP, FGTS e FCO), e são aplicados na área de atuação do banco que são os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná e Mato Grosso do Sul.

Os financiamentos contratados no primeiro semestre, somados às disponibilidades dos empreendedores, permitirão concretizar investimentos da ordem de R$ 2,12 bilhões. Esse total significa a geração de mais de 19,2 mil empregos e o incremento da arrecadação de impostos estaduais na ordem de R$ 69,6 milhões, recursos esses para investimentos em benefício das comunidades da Região Sul.

No comparativo do balanço do primeiro semestre de 2015 para igual período deste ano de 2016, algumas das principais contas do BRDE mostram a seguinte evolução:
- Os ativos totais passaram de R$ 14,2 bilhões para R$ 15,5 bilhões, com um crescimento de R$ 1,3 bilhão (9,2%).
- O patrimônio líquido evoluiu de R$ 2,2 bilhões para R$ 2,4 bilhões, com crescimento superior a R$ 200 milhões (9,1 %).
- O saldo de operações de crédito cresceu de R$ 11,9 bilhões para R$ 12,8 bilhões, crescimento em torno de R$ 900 milhões (7,6%).
- O saldo se encontra distribuído em contratos com 34.725 clientes, na média de R$ 357 mil por cliente, que movimentam a economia local de 1.081 municípios onde o BRDE mantém atuação.

O banco firmou ainda contratos de reestruturação de dívidas da ordem de R$ 108,8 milhões com 94 clientes de diferentes portes, cujas atividades foram afetadas pela crise. Mesmo diante do cenário adverso, o banco alcançou um resultado positivo de R$ 77,6 milhões no semestre.

Desempenho no RS

No primeiro semestre de 2016, a agência do BRDE no Rio Grande do Sul firmou 1.067 contratos no total de R$ 704 milhões em investimentos, numa média de R$ 659 mil por operação. Por setores, do total foram destinados 14% para agropecuária, 28% para a indústria, 26% para infraestrutura e 32% para comércio.
Texto: Sylvia Blanco Bojunga/Ascom BRDE
Edição: Denise Camargo/Secom